sábado, 21 de abril de 2012

O papel do sacerdote

Zach Neese foi o preletor da tarde do último dia de Congresso de Louvor Diante do Trono. O pastor da Gateway Church iniciou sua mensagem afirmando que os filhos de Deus tem características peculiares. Como filhos de Deus temos, por exemplo, o direito de entrar no Santo dos Santos. Assim, temos livre acesso ao coração do Pai. No entanto, somos também sacerdotes e, como tais, temos o dever de conduzir outras pessoas a um lugar de adoração.

A primeira função de um sacerdote: adorar a Deus e ajudar outras pessoas a também o adorar. O único sacerdote que tem o direito de ficar entre Deus e o homem continuamente é Jesus. A nossa função é conectar Deus ao homem e transformá-lo também em sacerdote..

Deuteronômio 10:1-9 diz que o Senhor havia separado a Tribo de Levi para 3 funções principais: carregar a Arca da Aliança, estar diante do Senhor para ministrar a lei e para proclamar bênçãos sobre as pessoas.
A Arca da Aliança, representava a presença do Senhor. Dessa forma, entendemos que o sacerdote tem a função de carregar a presença de Deus. O texto de II Corintios 4:7 diz: “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.”– o que nos torna um vaso de honra é o fato de estarmos nas mãos do Senhor. Não tem nada a ver com brilho próprio, talento ou capacidade natural; mas com o fato de estarmos nas mãos do Rei. Deus pode usar um vaso de barro, imperfeito, para regar o mundo. Ele não precisa que o vaso seja adornado em demasia ou feito de ouro. Ele pode usar o vaso de barro, com suas imperfeições, mas que será moldado pelas mãos do oleiro. Portanto, as nossas imperfeições não são um problema para Deus. Ele nos usa, apesar de nossas limitações.

Assim como um embaixador carrega em si próprio a presença e a autoridade de seu país de origem, e é revestido de “imunidade diplomática”, isto é, a ele se aplicam as leis de sua nação e não as do país em que se encontra, a Bíblia diz que somos Embaixadores de Cristo. Assim, onde colocarmos os nossos pés, ali será estabelecido o Reino de Deus. As leis desse mundo caído, não se aplicam a nós.
O nosso primeiro papel não é ministrar às pessoas. Não temos forças para suprir as necessidades de todas as pessoas do mundo. Não é nossa função ministrar as opiniões das pessoas, não é nosso papel ministrar para satisfazer gostos e preferências individuais, mas para ministrar a Deus. Somente Ele é capaz de suprir e cuidar do Seu povo.
Além de carregar a presença do Senhor e de ministrar a Deus, o sacerdote tem a função de abençoar as pessoas. A bênção de Deus não existe para te fazer feliz. Todas as vezes que alguém abençoa a outro na Bíblia, o Espírito Santo dá a eles uma visão, como que do destino daquela pessoa, então eles oravam trazendo à existência aquele destino e se preparando para receber o que estava por vir. Ou seja, temos que orar pedindo a Deus que enxerguemos as pessoas com os olhos Dele.
Por fim, o sacerdote ensina o povo os caminhos de Deus (Pv 14:12). Alguns caminhos parecem certos para o homem, mas no final, conduzem à morte. É sua obrigação, como líder, ajudar as pessoas a compreender qual é o caminho da verdade
O líder tem a responsabilidade de conhecer as maneiras de Deus e de manejar bem a Sua Palavra. Você tem que ser um sacerdote se quiser levantar outros sacerdotes.
Ps.: Quem quiser assistir essa pregação via youtube, clique aqui!

5 comentários:

Danny.elle disse...

Oi Tarci, faz tempo que ando meio afastada da blogosfera, mas estava com saudades! Eita, deve ter sido uma benção o congresso, sempre tive vontade participar, quem sabe ano que vem consigo me organizar para isso!

Grande Beijoo

Pastora Thais Heidemann Itaborahy disse...

Tarci, vim aqui deixar um abraço para vc.

Fico muito feliz todas as vezes que vejo uma jovem e dedicar ao Senhor como vc faz.
'

Deus te abençoe grandemente,

Bjim no coração

Pra Thaís Itaborahy

Lucinalva disse...

Parabéns Tarcinha

Que o bondoso Deus te cubra com ricas bênçãos. És preciosa neste mundo, o Senhor tem lindos planos para tua vida. Bjs

Cida Kuntze disse...

Oi Tarci!
É tão bom receber e compartilhar o que aprendemos do Senhor.
Que você possa a cada dia estar dividindo o que Deus tem feito e trazido ao teu coração.
Beijinhos minha florzinha!!!

António Jesus Batalha disse...

Olá irmã Tarciana. Paz e graça de Jesus.
Parabéns pelo blog muito edificante. Eu acredito que; crescemos quando lemos, quando compartilhamos. Aprendendo uns com os outros, crescemos na graça e conhecimento da Palavra.
Aproveito a oportunidade para compartilhar também meu blog. Contém ensinos, de crescimento, edificação e exortação, muitos poemas e algumas músicas tudo dentro do carisma evangélico.
Ficarei feliz por vossa visita e muito mais ainda se nos seguir.
Que Deus continue a abençoar-vos ricamente. Antonio Batalha.