quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Ar fresco na igreja brasileira


Estava lendo essa postagem no blog do Sandro Baggio um dos palestrantes que esteve na Conferência Oxigênio, resolvi compartilhar com vocês...


Por mais da metade de minha vida até aqui, tenho tido o privilégio de viajar a muitos lugares ao redor do mundo, conhecer muita gente e ficar pasmo diante da beleza e diversidade da Criação de Deus. Como cristão, minha maior alegria nestas viagens, no entanto, é perceber o que Deus está fazendo em cada lugar e conhecer pessoas que estão sendo usadas por Ele em seus propósitos soberanos na história. No final de semana que passou, estive junto com uma galera assim. São verdadeiros “History Makers”. Trata-se do pessoal que, pelo segundo ano, fez da Conferência Oxigênio em Recife, um dos eventos mais inspiradores da Igreja Brasileira nos últimos anos. Alguém diria que estou exagerando em minhas considerações. Mas eis 13 razões pelas quais penso deste modo:
1. É uma conferência feita por jovens para adolescentes e jovens. E nada é mais inspirador do que ver adolescentes e jovens vibrantes em sua fé em Cristo e no seu desejo de mudar o mundo.
2. Há um senso perceptível tanto nos organizadores quanto nos participantes de que estão realmente buscando descobrir e viver os propósitos de Deus em sua geração.
3. Não é um evento denominacional.
4. Não se trata apenas de um movimento que visa entreter os jovens com boa música e preletores famosos e engraçados.
5. Não é um movimento de louvor & adoração altamente emotivo/extravagante/"profético"/etc. que não conduz a espiritualidade no dia-a-dia.
6. Há um compromisso com a Palavra de Deus.
7.. Há um compromisso com a igreja local.
8. Há um compromisso com a missão de Deus no mundo.
9. É uma conferência centrada no Evangelho e suas implicações na totalidade da vida.
10. A união de igrejas é notória. Os voluntários são de diversas igrejas e demonstram a força que há quando a Igreja de uma cidade/região se une em torno de um propósito maior do que sua expressão local. Novamente, tudo isto liderado por jovens.
11. Este ano, o segundo da conferência, lotou o teatro da UFPE com participantes de 19 estados brasileiros, 300 igrejas representadas e mais de 1800 inscritos nos três dias.
12. Apesar da presença de alguns preletores internacionais (dois no ano passado e um neste ano), a maioria dos que compartilharam na conferência Oxigênio são pastores brasileiros, inseridos no contexto da Igreja Brasileira e envolvidos em ministérios jovens e alternativos.
13. Este ano ficou claro que os participantes não estavam lá por causa de “atrações internacionais”. Tinha o dobro de pessoas assistindo a apresentação do Palavraantiga do que as que estavam para ver Jars of Clay, banda ganhadora de vários Grammy Awards.
Finalizando, este final de semana me fez pensar nas famosas palavras de Mark Twian: “As notícias de minha morte foram grandemente exageradas.”
A Igreja está viva e, se depender daqueles que estiveram na Conferência Oxigênio, ela irá oxigenar muito a cultura Brasileira para a Glória de Deus.
By, Sandro Baggio

2 comentários:

Pr. Edilson Ramos disse...

Ótima mensagem Tarci!
Pr. Edilson

Jaqueline Raquel disse...

Oi Amigaaaa

Que coisa mais linda hein...
Só de ler sua postagem, eu posso imaginar como foi maravilhoso esse congresso na sua vida hein.
Não deixe o brilho e nem o fogo do Senhor se apagar da sua mente, de tudo que vc viveu nesses dias.
Queria estar aí, para juntas Adorarmos a esse Deus Maravilhosoooooo.
Bjinho no ♥!!!
E num esqueçe de mim nao tá!!!!
Jaque