terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Infância: Uma terra produtiva [Parte 1]

Gente, boa noite!
Esses dias vou compartilhar com você um texto que minha querida amiga Raquel Almeida me enviou. Ela ministrou sobre esse tema "Infância: Uma terra produtiva" no Congresso para líderes de crianças na Igreja Missão Betesda - São Gonçalo (RJ) e na Igreja Metodista em Diadema (SP). O texto está dividido em três partes.

A criança é inteligente por natureza. Ela é curiosa e está sempre com vontade de  aprender. É um período de desenvolvimento físico e mental, rápido e intenso, na descoberta do mundo. A capacidade perceptiva e a inteligência é notada, nos bebês, desde o primeiro momento. Tudo é novo e fascinante para ela, como um parque de diversões. Todo o seu corpo é usado para o conhecimento, pés, mãos, olhos, boca, tudo é usado para explorar e experimentar. O cérebro armazena todas as sensações, que vão sendo associadas com as palavras.

Todo estímulo e orientação que a criança recebe contribui para o seu desenvolvimento. A criança aprende brincando, assim, ela desenvolve suas habilidades e compreende o funcionamento dos objetos. Brincando ela amplia a sua visão de mundo, constrói seu conhecimento, desenvolve o emocional. Elas ficam atentas a tudo que acontece à sua volta, observam e gostam de imitar os adultos. O que elas ouvem e vêem, formam suas idéias.

Na infância a criança aprende a lidar com as diversas situações do dia-a-dia: Reagir e defender, errar e acertar, o sim e o não, medo, ansiedade, dividir, etc.

As crianças são mais espertas e inteligentes do que pensamos, quando percebem que os pais ou professores são permissivos, elas são capazes de manipulá-los e controlá-los. “Até a criança mostra o que é por suas ações; o seu procedimento revelará se ela é pura e justa.” Pr 20.11. Um exemplo é a pirraça, que a criança faz quando deseja conseguir alguma coisa, seja em supermercados, lojas ou outros.

O mundo é um lugar perigoso. Muitas vezes os pais desconhecem as reais capacidades, direitos e necessidades da criança, e por causa disso o resultado é: insegurança, apatia, dificuldades escolares, birras, timidez, isolamento. Por outro lado: agitação e agressão.

SPA – Síndrome do pensamento acelerado – é uma característica nas crianças de hoje. Elas são sobrecarregadas com excesso de atividades e informações através da TV e outros meios de comunicação (Augusto Cury – Pais brilhantes, Professores fascinantes). Por isso, as crianças ficam stressadas, irritadas e isso leva até ao suicídio.

Disciplina – disciplina não quer dizer castigo, muito menos punição. A palavra é derivada do grego e quer dizer “treinar”. Disciplinar alguém é orientar, ajudar a alcançar um nível de maturidade. Para que a disciplina seja eficiente é preciso manter o tanque emocional das crianças bem cheio de amor. A criança precisa se sentir amada. “Disciplinar sem amor é como fazer um motor funcionar sem combustível” – livro: As cinco linguagens de amor das crianças – autor: Gary Campbell Champman – Mundo Cristão.

(Raquel Almeida)

6 comentários:

Raquel Almeida disse...

Olá, pessoal!
Se tiverem alguma dúvida é só falar, ok?
Abraço a todos.
Raquel Almeida.

Butterfly Blog disse...

Oi amiga!!
Precisamos saber cuidar dessa terra tão fértil. Que possamos, através do Espirito Santo, conduzi-las no caminho certo. Bjs

israel batista disse...

muito bom o texto, quando tiveres completo irei postar no meu, esse texto é deveras uma realidade, adorei foi show

Daiane disse...

Amiga gostaria de te perguntar se eu posso copiar e imprimir para ministrar em minha igreja,é que eu terei uma reunião com todos os pais daqui 2 semana e ate estava escrevendo algo mas esse texto me chamou a atenção e é justamente o assunto que queria falar,e como sou muito certinha gostaria de sua autorização e da Raquel também,e com certeza darei os devidos créditos!Obrigado e aguardo uma resposta!Bom dia.

Raquel Almeida disse...

Olá, Daiane!
Fique á vontade para usar o texto. Tem um video no youtube "Children see, children do" ele é excelente para ilustrar. Já viu um testemunho da "Andressa, uma pequena missionária"? ele explica realmente como uma criança pode dar frutos e o motivo do diabo tentar ceifar essas sementes.
Um abraço!
Um abraço!

Suely - HD disse...

Olá Tarci,
Paz!!!!

A sabedoria vem do SEnhor para educar e ensinar a criança no caminho que deve andar.

Ah! Vou add a Raquel.

beijos
suely