terça-feira, 4 de junho de 2013

A Ponte

"Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, Poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus." (Efésios 3:17-19)

Recentemente estava lendo o livro "Um Mês Para Viver" e me deparei com uma história que me chamou bastante atenção, acredito que seja uma história conhecida de muitos. Ela me fez lembrar o sacrifício de Deus, de Seu amor por nós. É o relato sobre um homem que operava uma ponte levadiça sobre uma baía numa pequena cidade litorânea.  Todo dia ele caminhava até a cabine ao lado da ponte, onde controlava uma alavanca. Ao puxá-la, a ponte com seus trilhos se erguia, e enormes navios passavam pelo vão. Então, ao empurrar a alavanca para baixo, a ponte levadiça baixava, ligando novamente os trilhos para que o trem pudesse passar sobre ela em segurança.
Quase todos os dias seu filho pequeno ia trabalhar com ele, o menino adorava ver o pai baixar a ponte. Certo dia, quando estavam juntos, o pai recebeu um aviso via rádio informando que um trem não programado estava a caminho e que ele precisava baixar a ponte. Ele olhou pela janela enquanto segurava a alavanca e viu seu filho pequeno lá fora, brincando nas enormes engrenagens da ponte levadiça perto da praia. Ele gritou, mas seu filho não pôde ouvi-lo por causa de toda a emoção e do barulho da água.
O homem saiu correndo da cabine de controle na direção do filho para tentar pegá-lo e puxá-lo para um lugar seguro, mas então se deu conta da terrível situação. Se não empurrasse a alavanca naquele exato momento, o trem cairia na água e centenas de passageiros morreriam; se baixasse a ponte, porém, seu filho seria morto. No último segundo ele tomou a difícil decisão: correu de volta para a cabine de controle e empurrou a alavanca, caindo de joelhos em agonia enquanto seu filho pequeno era esmagado até a morte. Com lágrimas escorrendo pela face, o homem olhou para fora e viu o trem seguindo em segurança pela ponte. Ele pode ver pela janela de um dos vagões-restaurante que as pessoas estavam comendo, bebendo e rindo, ignorando totalmente o grande sacrifício que ele fizera simplesmente para que pudessem viver.
A maioria de nós não tem a mínima consciência do grande sacrifício que Deus fez. Ele deu seu único filho, que veio a esta terra e morreu por nós para nos perdoar a culpa do passado, dar-nos um propósito para o presente e um futuro que inclui o céu. Que amor tão grandioso!!! Que seu coração seja cheio desse amor!!!

Encerro essa postagem com um vídeo, que relata essa história que acabei de compartilhar com vocês. Quem quiser assistir, é só clicar no link abaixo.
https://www.youtube.com/watch?v=bIiu4PkRIbM

Fiquem na paz!!!

6 comentários:

Anônimo disse...

Nossa que historia forte e linda

Marília Muñoz disse...

Nossa, verdade! Exatamente isso, muitas vezes não nos damos conta do precioso sacrifício que foi feito por amor de nós, precisamos acordar e muito mais do que isso acordar os que nos rodeiam e ainda não se deram conta dessa preciosidade. Benção!!

Anônimo disse...

Bom dia...

Tres coisas que Deus mais Ama

Primeiro o Mundo:
Porque Deus amou ao mundo de tal
maneira que deu o seu Filho unigênito,
para que todo o que nele crê não
pereça, mas tenha vida eterna".
(João 3:16)

Segundo A Igreja:
Maridos, amais vossa mulher, como
também Cristo amou a igreja e a si mesmo
se entregou por ela".
(Efésios 5:25)

Terceiro Eu e Você:
De longe se me deixou ver o Senhor,
dizendo:Com amor eterno eu te amei, por
isso, com benignidade te atrai".
(Jeremias 31:3)

E infelizmente muitos não querem acreditar nesse amor tão grande que Deus ainda tem por mim e por você.

Lucinalva disse...

Olá Tarci

Mensagem muito impactante. Estou lendo novamente este livro, é muito bom. Desejo um belo dia. Bjs

Nágila Souza disse...

É muito triste mesmo Tarci, não sei se é o mesmo video, onde mais para o final, uma mulher que estava usando drogas no trem, depois de certo tempo, apareceu segurando uma criança e demostrando gratidão e completa mudança de vida, acredito que quando valorizamos o sacrificio de Jesus, Ele nos transforma assim como fez aquela mulher, é uma linda história, triste porém linda.
Abraços :)
http://honrandoochamado.blogspot.com.br/

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.